NOTÍCIAS

Pontos Vitais


Em um combate, golpes são mais efetivos quando são direcionados aos pontos mais frágeis do corpo do oponente. Há certas regiões do corpo que são estruturalmente mais vulneráveis e que não podem ser fortificadas com treinamento, seja por não possuir uma estrutura muscular para proteger a área em questão, seja por explorar um ponto de estrutura óssea mais frágil. Veja neste artigo alguns dos pontos mais vulneráveis do corpo humano.
Obviamente este não é um guia completo com todas as áreas vulneráveis do corpo (nem sei se é possivel compilar um manual assim), este é apenas um guia com os pontos mais simples de serem golpeados. para efeitos mais interessantes procure um instrutor habilitado de artes marciais ou defesa pessoal.




Atenção: Este conhecimento está aqui a título de informação, não devendo ser utilizado para nenhuma prática ilegal. Estou ensinando isso para o caso de ser necessário agir em legítima defesa.


Como golpear pontos vitais


Também conhecidos como pontos de pressão, podem ser golpeados praticamente com qualquer uma das nossas armas naturais (mãos, pernas, joelhos, cotovelos e cabeça), entretanto alguns são mais efetivos que outros de acordo com o ponto de pressão que se quer atingir. Certos pontos são mais fáceis de serem atingidos com os dedos, com torções, com a palma das mãos ou com golpes duros (socos, cotoveladas, joelhadas e chutes).


Como Encontrar pontos de pressão


Embora o estudo de ponto a ponto seja o mais indicado, há um raciocinio rápido que você pode usar para encontrar alguns pontos de pressão. A partir do topo da cabeça meça um palmo de sua mão para frente, para trás e para os lados. a cada palmo que você medir a ponta de seus dedos estarão provavelmente sobre um ponto vital. Por exemplo, medindo um palmo para a frente, seu dedo mínimo vai tocar a base de seu nariz, um ponto de pressão. seguindo a diante ele tocará na garganta, outro ponto de pressão, e seguindo medindo em palmos você passará pelo fim do osso externo no plexo solar, dois dedos abaixo do umbigo e por fim genitália. lembrando que medindo para trás e para os lados também há pontos de pressão.


Efeitos dos pontos de pressão


Embora o principal efeito seja a dor e a lesão física, pontos de pressão possuem efeitos diversos, variando de ponto a ponto. os pontos são normalmente formado por cartilagens, ossos fracos, orgãos, tendões, artérias e nervos. há pontos que podem levar a inconsciência, paralisia completa ou parcial, confusão, perda de um ou mais sentidos, sufocamento, knock down, knock out e até a morte.


Segundo algumas artes marciais do oriente como o karatê, wushu, wing shun, dentre outras, é possivel causar danos colaterais que afetarão o oponente segundos, minutos, horas, dias ou até anos depois do combate (podendo este efeito ser até a morte). De acordo com a técnica do "diagrama das 12 horas do toque mortal" (do karatê shinkyokushin) ao se conhecer a teoria do fluxo sanguíneo ensinado nesta técnica, se aprende os efeitos colaterais de se acertar alguns pontos vitais em determinados horários.


Aprendendo ponto a ponto


Adaptei os textos descritivos abaixo do excelente vídeo a seguir:





Olhos: Qualquer golpe direcionado aos olhos pode causar um ferimento sério, senão permanente. Além disso, o alvo ficará atordoado durante o ataque e temporária ou permanentemente cego.


Lateral do nariz: Com um golpe duro, causa atordoamento, dor, hemorragia e pode causar uma bela fratura.


Abaixo do nariz: Um golpe moderado causa dor e atordoamento. um golpe forte causar uma fratura ou até a separação da cartilagem da estrutura óssea.


Queixo: Um golpe moderado em sua parte frontal pode causar um knock down, perda de equilíbrio e atordoamento. um golpe forte pode deixar inconsciente.


Orelhas: Um golpe com as mãos em forma de concha pode causar danos internos, romper os tímpanos causando surdez, desequilíbrio e desorientação. um golpe contundente causa grande dor nesta área.


Abaixo da orelha: Aproximadamente um dedo abaixo da orelha há uma cavidade onde um feixe de nervos passa, tornando o lugar um ótimo ponto de pressão, podendo ser golpeado com a junta ou com a pressão da ponta dos polegares, causando dor intensa.


Cavidade da garganta: Um forte golpe na traquéia pode causar danos seríssimos e facilmente a morte.


Base do nariz: Um golpe moderado causa uma dor consideravel e possível hemorragia. um golpe forte pode separar a cartilagem da estrutura óssea.


Têmpora: Um golpe forte, nesta área pode facilmente causar desorientação ou inconsciência.


Septo: Um golpe moderado causa dor intensa e hemorragia.


Dentes da frente: Área onde um golpe forte pode causar fratura de ossos e dentes quebrados sem dificuldade.


Lateral do maxilar: Um golpe nesta área pode fraturar a mandíbula.


Artéria carótida: Um golpe moderado pode causar desorientação, enquanto um golpe forte pode levar a inconsciência.


Laringe: Um golpe nesta área causa dor e asfixia, podendo provavelmente causar danos a caixa vocal. Assim como a traquéia, um golpe forte aqui pode levar a morte.


Clavícula: Além da dor, um gope forte neste ponto pode causar a quebra deste osso, incapacitando o braço e o ombro.


Plexo solar: Um golpe nesta área faz o oponente perder o ar e dependendo da intensidade pode levar a dano nos orgão internos e a inconsciência.


Costelas flutuantes: Um golpe nesta área também causa a perda de ar, quebra das costelas e possivelmente ruptura dos orgãos próximos.


Rádio: Este osso ao ser golpeado pode deixar a mão entorpecida, além de poder ser quebrado.


Parte interna da junta do cotovelo: Um golpe aqui faz o braço se dobrar e causa bastante dor. um golpe mais intenso pode entorpecer o braço.


Parte externa da junta do cotovelo: Um golpe duro nesta área pode romper a junta, incapacitando o braço, sendo necessário uma cirurgia para a reparação.


Monte interior do braço: Contanto três dedos a partir do pulso em direção do cotovelo, um golpe nesta área causa dor e o entorpecimento dos flexores do pulso.


Pulso: Dor e danos aos ossos com um golpe contundente. Segurando o punho é possível aplicar pressão para quebra-lo causando muita dor.


Orgão genital: Principalmente no caso dos homens, pode causar dano nos orgãos reprodutivos, dor invariavelmente incapacitante e até inconsciência.


Área interna da coxa: Além da dor na coxa, um golpe nessa região causa o entorpecimento da perna.


Joelho: Um golpe contundente pode deslocar o osso e/ou impossibilitar a capacidade de andar.


Peito do pé: Essa área ao ser golpeada pode acabar em um osso deslocado ou quebrado, facilmente deixando o alvo incapaz de andar e correr.


Base do crânio: Um golpe nesta área faz o cérebro receber a onda de choque do impacto, podendo causar inconsciência, desalojar uma vertebra ou ainda causar danos a base da espinha.


Quarta vértebra cervical: Além de ossos quebrados, golpes nesta área podem causar paralisia ou morte.


Nuca: Esta área ao ser golpeada pode causar um decrécimo no fluxo de sangue para o cérebro, 


Dorso do ombro: Um golpe aqui pode diminuir o fluxo de sangue para o coração, causando paralisia e dormência.


Terceira vértebra lombar: Além de uma fratura óssea, um golpe nesta área pode causar paralisia.


Parte Inferior das costas: Um golpe nesta parte do corpo quebra costelas, lesiona musculos e pode causar paralisia. 


Rim: Nesta área um golpe pode lesionar o orgão e até causar a morte.


Cóccix: Golpear essa área causa fratura óssea, impossibilitando-o de sentar e causando o entorpecimento das pernas.


Articulação do quadril: Ruptura dos ossos, dormência das pernas, redução da circulação e incapacidade do oponente de se sentar.


Base da coxa: Próximo as nádegas, um golpe nesta área causa intensa dor e entorpecimento.


Atrás do joelho: Um golpe nesta região dobra o joelho e pode causar um deslocamento osseo.


Canela: Contusão, fraturas e muita dor, quem nunca sentiu uma pancada na canela?


Tornozelo e dedos do pé: Assim como o peito do pé, essa área ao ser golpeada pode acabar em um osso deslocado ou quebrado, facilmente deixando o alvo incapaz de andar e correr.


Tendão de aquiles: Golpes nessa área podem causar contusão e ruptura do tendão, impossibilitando o alvo de andar.


Dedos: Além de fraturas e lesões, os dedos podem ser usados em chaves de articulação para manipular os movimentos do oponente.


Conclusão


Por se tratar de um estudo bastante complexo, envolvendo as disciplinas de anatomia e fisiologia em um grau bastante específico, recomendo o estudo aprofundado através de livros e da prática com um professor qualificado. para reforçar o que foi ensinado neste artigo veja nas imagens abaixo os principais pontos de pressão vistos aqui (e mais alguns de bônus):


 


Clique nas imagens para ampliá-las

30 comentários:

zamorak 19 de setembro de 2011 13:55

muito bom esses seu guia cara se puder me responde eu acabei usando um num muleque q qria me bater quebrei o nariz dele kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vlw

Mandrake 3 de novembro de 2011 23:12

bom, recomendo sempre que você fuja da confusão. tente antecipar quando algo ruim pode acontecer e saia do lugar antes que aconteça. hoje em dia as pessoas não brigam simplismente. hoje as pessoas mal intencionadas sempre portam facas ou armas de fogo, sendo assim se notar qualquer sinal de que o bixo pode pegar, saia logo do lugar!

Rodrigo Penninck 27 de agosto de 2012 00:49

o que pode acontecer se ao aplicar uma tecnica de KO a pessoa nao for acordada e como acorda-la e retroceder os efeitos dos golpes?

Mandrake o Profeta do Kaos 27 de agosto de 2012 12:06

se for um KO simples, ou seja, a pessoa apenas desmaiar, você pode esperar alguns minutos e então tentar acordá-la. seja como for a recomendação básica é procurar ajuda médica. KO pode não significar nada de mais, mas também pode esconder sequelas mais graves como hemorragia interna ou danos a orgãos ou estruturas ósseas.

todos os pontos ensinados acima, tem seu efeito baseado na dor ou dano direto, logo só com cuidados médicos ou após passar a dor os efeitos são eliminados.

há técnicas que fazem com que o movimento de membros sejam perdidos, ou que a pessoa desmaie que possuem sim técnicas para desfazer, mas não citei nenhum destes no post acima.

Anônimo 16 de dezembro de 2012 15:45

Numa situaçâo em que eu tivesse que emfrentar um gigantâo mmaior que eu,prefiria sair correndo,do que ter de ler tudo isso ai...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Arthur Mayer 1 de janeiro de 2013 10:50

quanto maior o tamanho maior o tombo

Unknown 8 de janeiro de 2013 15:46

O problema é derrubar

Alexandre Antonov 10 de junho de 2013 19:55

Qual tecnica de defesa pessoal é ideal para quem tem uma vida sedentaria mas quer iniciar nestas praticas ? Quais os pre-requisitos para quem quer aprender tecnicas de defesa pessoal mas nao é atleta ?

Mandrake o Profeta do Kaos 11 de junho de 2013 13:01

Isso vai depender de onde você mora e quais artes marciais tem a disposição em sua cidade. em geral temos as voltadas prioritariamente para defesa pessoal como krav magá, Kombato e systema (se não me engano). nessas opções basta deixar claro ao instrutor que seu foco é inicialmente aprender defesa pessoal com técnicas efetivas levando em consideração sua condição física.

o ideal mesmo seria você fazer um curso intensivo de defesa pessoal, ou seminários de defesa pessoal. Algumas escolas e federações de artes marciais possuem essas alternativas que visam apenas as técnicas mais simples e efetivas para civis. o problema é que você deve contratar esses cursos ou seminários, o que exige normalmente um preço pelo curso e uma turma mínima (que varia de acordo com o instrutor podendo ser de 5 a 20 pessoas).

gegeamormairrebelde 14 de agosto de 2013 16:50

achei muito legal mais é preciso muito treino e disciplina

Luís Gabriel N. Simas 9 de novembro de 2013 23:39

Mandrake,

Gostei muito... na verdade, descobri seu site porque estava procurando sobe Golpes na Coxa, sou praticante de Muai Thay e estava procurando uma forma de neutralizar o oponente com dignidade e acho que os golpes na coxa são bem efetivos. Forte Abraço

pode ver meu blogger 18 de dezembro de 2013 19:50

oi , eu queria mais aprender mais sobre essa arte , pois conhecimento sempre é bom , eu n gosto de brigas , mais eu gosto muito de aprender sobre o corpo humano , qual a arte , que aprende profundamente os pontos vitais do corpo humano,

responde meu email é caiodaniel_666@hotmail.com

Mandrake o Profeta do Kaos 20 de dezembro de 2013 12:10

alguns estilos de kung fu (cobra por exemplo), ninjutsu (em níveis avançados e SE vc tiver bons instrutores) krav magá (também com bons instrutores).

agora por mais estranho que seja, vc aprenderá muito estudando acunputura.

Anônimo 31 de janeiro de 2014 15:50

Pratico Jiu Jitsu e evito brigas, mas se precisar, acho que eu encurtaria a distancia usando a velocidade que tenho, usaria o clinch do muay thai para dar socos, joelhadas, etc, mas se o outro soubesse lutar, iria dar a boa e eficiente "Baiana" pra derrubar, e dai só administrar. Eu estudo um pouco sobre artes marciais e esse post sobre os pontos vitais vai me ajudar, estou desenvolvendo uma técnica de defesa pessoal e precisava saber sobre esses pontos. Vlw pelo post

Anônimo 13 de fevereiro de 2014 19:31

Para mim sites como esse deveria ser proibidos , já que alguns idiotas utilizam os golpes em suas esposas ou em uma situação de briga banal.
Querido dono do site, deixe mensagens de "aprecie com moderação" para tentar colocar um pouco de consciência de que a luta é uma arte e não um meio de humilhar ou bater nas pessoas.

Mandrake o Profeta do Kaos 13 de fevereiro de 2014 21:13

de fato. eu expresso isso na terceira pergunta do FAQ do site. veja aqui: http://www.sobrevivendo.com.br/p/faq.html

eduardo164458 6 de março de 2014 09:50

MANDRAKE, qual dessas 3 lutas Jiu Jitsu , Muay Thai e Krav Maga vc acha mais eficiente para defesa pessoal ?

Mandrake o Profeta do Kaos 11 de março de 2014 14:01

Edu, eu respondi a essa questão neste post, dê uma olhada: http://www.sobrevivendo.com.br/2013/05/artes-marciais-qual-melhor.html?showComment=1391973591435#c9002525453324291501

Rafa 1 de maio de 2014 14:45

velho achei seu blog de bobeira procurando algo sobre pontos vitais,mas gostei da forma como montou e administra o blog, e tambem da atençao q da aos assuntos, estou lendo mais coisas muito interessante,realmente um blog produtivo e eficiente, wlw continue sempre assim.

Mandrake o Profeta do Kaos 1 de maio de 2014 21:52

Muito obrigado Rafa!

Anônimo 2 de maio de 2014 22:14

uso o resolver

Anônimo 2 de maio de 2014 22:20

O ideal para que é sedentário, inicia caminha, correr, flexão, abdominal, flexão de barra, lembrando tênis confortável, alongamento antes e depois da atividade, beber bastante água, aprender o controle da respiração correr no ritmo inicia as poucos, depois iniciar o treino de artes marciais

Welder R. Paixão 3 de maio de 2014 14:10

faço rapkdô e mhuai thai... prática de defesa e ataque ao msm tempo... vc acha q a melhor defesa é o ataque ou o melhor ataque é a defesa?

Mandrake o Profeta do Kaos 5 de maio de 2014 16:31

acho que depende da situação. em geral o melhor é conseguir evitar a luta. se for inevitável a luta, então é preciso analisar o ambiente, situação, número de oponentes, caminho de fuga, armas e proteções disponiveis e consequências, para então decidir se deve atacar primeiro ou não.

tiago alves 9 de junho de 2014 01:11

Gostei muito do blog. Prático taekwondo e box chinês Sanchou e capoeira. Estava procurando sobre pontos vitais e gostei muito de como explicou onde dar os golpes. Continue assim.

Anônimo 4 de julho de 2014 20:14

O artigo foi bom.
Para algumas pessoas que já comentaram eu só digo uma coisa: isso não é pra sair usando e nem achar legal ou ensinar os outros...Parem de ser retardados e só raciocinem um pouco se não for muito difícil.
Violência sem um motivo maior não passar de carnificina!!!!
Os imbecis que usam isso descontroladamente acabam tirando o bem maior de todo ser vivo que obviamente é a vida ¬¬

jefferson freitas 11 de julho de 2014 21:31

gostei bastante vou usar unicamente em treinos e defesa pessoal .. valeu obrigado

Anônimo 11 de agosto de 2014 15:21

Muito bom o post! isso é verdade,sempre é bom evitar briga,eu luto karate,e todas artes marciais ensinam isso,artes marciais não sao feitas para sair dando porrada em todo mundo!

Raphael(contatodoraph@gmail.com) 16 de agosto de 2014 06:03

Achei o site, porque procurava sobre os lendários "pontos de pressão". Ou, pelo menos assim, é como os nomeio. Sabe aqueles golpes que são aplicados com as pontas dos dedos, que muitas séries e filmes(em sua maioria orientais) ilustram??? Se sim, você deve ter entendido do que eu estou falando.
Mudando de assunto, sobre lutar ou não lutar, isso já não nos cabe escolher. A luta já está implícita em nosso viver. Como em um jogo de rpg, especificamente pokémon, não há somente ataques. Coexistem também as ações de efeito, e o conceito de defesa e imunidade. Além da opção fugir. Tudo isso, pra mim, está dentro do universo da ação de lutar. O não lutar também é uma maneira de lutar contra a imposição do ter de lutar, para quem sabe, com sorte, poder vencer está implicação da vida(Quiçá um dia, como em uma fantasia, só o prazer tenha espaço em nossos tempos). Portanto, todos nós, se estamos com vida, já estamos lutando, ou resistindo, que não deixa de ser uma forma de luta, porém cada um com o jeito que pode ou encontra. Conhecimento é bom! Melhor ainda quando o aprendemos de maneira adequada. Mas será que sabemos tudo, ou que sabemos tudo que precisaríamos saber? Que depois de muita dedicação, os pontos cegos já não existem mais??? Que depois de muito estudar, já não há mais o que saber, ou com o que e quem, se surpreender??? Há um lado oculto em nós, e na vida! Luz e sombra.
Por fim, eu desejo lutar e derrotar, o sofrimento, e toda dor. Acordar em um universo onde tudo tem o seu lugar e espaço. Onde a vitoriosa foi a paz, e todo mal para sempre derrotado... E nós só temos que aproveitar o tempo que temos com as boas coisas da vida, e finalmente conhecer o que é ser feliz ao máximo!

Mandrake o Profeta do Kaos 16 de agosto de 2014 12:25

boa perspectiva.

Postar um comentário